Dias 4, 5 e 6
DE MARÇO DE 2020

A Academia Sergipana de Educação tem o propósito de cultuar e perpetuar a memória daqueles que, no passado, contribuíram para a Educação. Mas, não é apenas isso. Formada por voluntários compromissados com o tema, a proposta é discutir, de forma democrática, a realidade, os problemas e os caminhos da Educação. O objetivo é colaborar e, quem sabe, apontar novos rumos que nos permitam avançar.

O Seminário Qualidade da Educação Básica objetiva analisar de que modo o ensino ofertado pelas escolas de Ensino Fundamental e de Ensino Médio atende as necessidades de incorporação de conhecimento para o exercício consciente da cidadania. Que tipo de conhecimento oferta, de modo a colocar os cidadãos brasileiros pari e passu à formação que recebem estudantes de outros países na mesma faixa etária.

PROGRAMAÇÃO

9h:00

Coordenador Antônio Fontes Freitas (Academia Sergipana de Educação)

Conferencista Bernard Charlot (Academia Sergipana de Educação)

Tema Qualidade da Educação Básica: O Que Medimos? Como Medimos?

15h:00

Coordenador José Fernandes de Lima (Academia Sergipana de Educação)

Conferencista Gabriela Zelice (Academia Sergipana de Educação)

Tema O IDEB e a Qualidade do Ensino Fundamental

9h:00

Coordenador Carlos Pinna de Assis (Academia Sergipana de Educação)

Conferencista Jorge Carvalho do Nascimento (Academia Sergipana de Educação)

Tema O IDEB e a Qualidade do Ensino Médio

9h:00

Coordenador Márcia Valéria Lira Santana (Academia Sergipana de Educação)

Conferencista João Batista de Oliveira (Instituto Alfa e Beto)

Tema Qualidade da Educação Básica: Como Medimos? Por Que Medimos?

Bernard Charlot

Doutor em Educação (“doctorat d’État”, equivalente a Doutorado e Livre-docência) – Universidade de Paris X Nanterre, 1985 (doutorado revalidado pela UFRGS, Brasil). Professor Titular Emérito da Universidade Paris 8 (França). Atualmente, é Professor Voluntário na Universidade Federal de Sergipe (Brasil), onde é membro do curso de Pós-Graduação em Educação (PPGED) e co-líder do Grupo de pesquisa CNPq Educação e Contemporaneidade (EDUCON). Principal tema de pesquisa nos últimos anos: a relação dos alunos com o saber e a escola. Responsável científico do site sobre a relação com o saber: http://redereperes.wixsite.com/reperes.

Publicou e/ou organizou 22 livros e numerosos capítulos, artigos, relatórios, publicados ou traduzidos em 18 países. Já orientou dezenas de mestrados e doutorados (na França, no Brasil, na Argentina) e supervisionou vários pós-doutorados (na França e no Brasil). Foi Professor Assistente da Universidade de Tunes (Tunísia), Professor Titular da Universidade Paris 8 (França), Professor-Visitante da Universidade Federal de Sergipe (Brasil), Professor Visitante Catedrático da Universidade de Porto (Portugal). Doutor Honoris Causa da Universidade de Patras (Grécia).

Gabriela Zelice

Graduada em História pela Universidade Federal de Sergipe (1996). Especializada em Gestão Educacional pela Faculdade Pio X (2000). Experiência na área de Educação, com ênfase em Educação – Professora das Redes Estadual e Municipal de Aracaju. Coordenadora Geral do Programa Pré-Universitário da Secretaria de Estado da Educação (2007-2015). Articuladora de História do Programa Horas de Estudo da Secretaria Municipal de Educação de Aracaju (2005-2014). Diretora do Departamento de Educação – Secretaria de Estado da Educação de Sergipe (2015-2018) e Coordenadora Estadual da Comissão de mobilização da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) (2015-2018), prestou Consultoria ao Programa de implementação da Base Nacional Comum Curricular-ProBNCC no Ministério da Educação – MEC (2018-2019) atuando em 21 unidades da federação, Conselhos Estaduais e Municipais de Educação, para apoiar no processo de (re)elaboração dos Currículos Estaduais. Atualmente, é Diretora do Centro de Aperfeiçoamento e Formação Continuada da SEMED Aracaju.

Jorge Carvalho do Nascimento

Foi Secretário de Estado da Educação de Sergipe e Conselheiro Fiscal do Conselho Nacional de Secretários Estaduais da Educação – CONSED. Professor aposentado associado do Departamento de História, do Mestrado em História e do Mestrado e Doutorado em Educação da Universidade Federal de Sergipe. Doutor em História e Filosofia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atuou como pesquisador (bolsa sanduiche CAPES) na Johan Wolfgang Göethe Universität de Frankfurt, na República Federal da Alemanha. Mestre em História e Filosofia da Educação pela PUC de São Paulo. Especialização em Desenvolvimento Econômico e Relações Internacionais pela Universidade de Havana/Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais e em Administração Pública pela Universidade de Campinas/Fundação de Desenvolvimento da Administração Pública.

Estudou Direito e é licenciado em Pedagogia com Habilitação em Administração Escolar.

Publicou, dentre outros, os seguintes livros: A Escola de Baden-Powell: cultura escoteira, associação voluntária e escotismo de Estado no Brasil, em 2008; Intelectuais da Educação: Sílvio Romero, José Calasans e outros professores, em 2007; Ensino Superior, Educação Escolar e Práticas Educativas Extraescolares, em 2006; Problemas de Educação Escolar e Extraescolar, em 2005; Memórias do Aprendizado, em 2004; Historiografia Educacional Sergipana, em 2003; A Cultura Ocultada, em 1998; Positivismo, Ciência e Religião no Brasil do Século XIX: (re)lendo O Brazil Mental, em 1996; e, a dissertação de mestrado intitulada A Intervenção da Sudene na Política Educacional do Estado de Sergipe: 1959/63.

Fundou e coordenou o Grupo de Pesquisa em História da Educação da UFS: Intelectuais da Educação, Instituições Educacionais e Práticas Escolares.

Diretor-Presidente da Empresa Pública de Serviços Gráficos do Estado de Sergipe – Segrase (Imprensa Oficial). Exerceu o cargo de Secretário de Estado Adjunto de Turismo do Estado de Sergipe – 2007-2009.

Secretário Municipal de Educação de Aracaju nos períodos de 86/87 e 97/98 e Secretário de Governo do Município de Aracaju – 1999/2000.

Foi membro do Conselho Editorial da Typografia Editorial – e também Membro do Instituto Tobias Barreto de Educação e Cultura – ITBEC.

Foi membro da diretoria da Sociedade Brasileira de História da Educação e do Conselho Editorial da Coleção História da Educação da Editora Autêntica, do Conselho Estadual de Educação de Sergipe e também do Conselho Estadual de Cultura.

Foi Diretor do Departamento de Cultura e Arte da Universidade Federal de Sergipe e Chefe do Departamento de História da UFS.

João Batista de Oliveira

Psicólogo e Ph.D. em Educação pela Florida State University (1973). Pós-doutorado e Visiting Scholar da Graduate School of Business, Stanford University (1977-1978). Professor universitário no Brasil (UFMG, COPPEAD/UFRJ) e na França (Université de Bourgogne, Dijon). Em 2016, recebeu o Prêmio Darcy Ribeiro da Comissão de Educação e Cultura, da Câmara dos Deputados.

João Batista de Oliveira publicou dezenas de artigos científicos em revistas nacionais e internacionais, bem como livros técnicos e outros voltados para políticas públicas. Foi diretor do IPEA e secretário executivo do MEC. Trabalhou como funcionário do Banco Mundial, em Washington, e na Organização Internacional do Trabalho, em Genebra. Em 2006, criou o Instituto Alfa e Beto, que se dedica a promover o conceito de educação baseada em evidências e tem foco em intervenções voltadas para a Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental, com ênfase na alfabetização e leitura.

Antônio Fontes de Freitas

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Sergipe. Ainda estudante, lecionou Matemática no Instituto de Educação Rui Barbosa – IERB, no Colégio Estadual de Sergipe e no Colégio de Aplicação da Faculdade Católica de Filosofia. Especializado em Matemática e Estatística pelas Universidades Federais de Pernambuco e do Ceará e pós-graduado em Educação pela Universidade Federal da Bahia, foi professor de diversos colégios de Aracaju e das Faculdades Integradas Tiradentes e da UFS. No campo técnico-pedagógico, foi Diretor do Colégio de Aplicação da UFS, Coordenador Executivo dos Órgãos Regionais da Secretaria de Estado da Educação – CODEX, Consultor Técnico Administrativo do Governo do Estado na área da educação, Diretor Geral de Educação do Estado e membro do Conselho Estadual de Educação, durante 13 anos, aonde chegou a ser presidente. Foi assessor do MEC, desenvolvendo um intenso trabalho na implantação da Lei nº 5.692/71, especialmente no que se refere ao ensino supletivo. Escreveu alguns trabalhos e proferiu diversas palestras e conferencias, principalmente sobre o ensino supletivo, em renomadas universidades do país. Em Sergipe, foi um dos principais responsáveis pela criação do Centro de Estudos Supletivos de Aracaju e do Centro de Estudos Supletivos Valnir Chagas, hoje, Severino Uchoa.

Professor Emérito da Universidade Federal de Sergipe. Professor concursado da mesma instituição, atuou no Departamento de Educação, onde lecionou as disciplinas Métodos Quantitativos em Educação, Legislação do Ensino e Estrutura e Funcionamento do Ensino de Primeiro e Segundo Graus. Membro do Conselho Diretor por doze anos e Presidente da Fundação Universidade Federal de Sergipe de 1994 a 1999.

Na esfera estadual, ocupou cargos na Companhia de Desenvolvimento Industrial de Sergipe – CODISE e na Companhia de Habitação Popular de Sergipe – COHAB. Foi secretário da Indústria, Comércio e Turismo, da Ciência e Tecnologia e da Educação.

José Fernandes de Lima

Graduado em Física pela Universidade Federal de Pernambuco (1978), Mestre  em Física pela Universidade de São Paulo (1987) e Doutor em Física pela Universidade de São Paulo (1991). É Professor Emérito da Universidade Federal de Sergipe, onde foi Chefe do Departamento de Física (1992-1994) e Reitor por dois períodos consecutivos (1996-2004). Foi Diretor de Programas da CAPES (2004-2006) e Secretário de Estado da Educação do Estado de Sergipe (2007-2010). Foi membro do Conselho Nacional de Educação (CNE) e presidiu aquele colegiado no período 2012-2014. É Professor Titular da Universidade Tiradentes.

Carlos Pinna de Assis

Bacharel em Direito pela Universidade Federal da Bahia – 1972, Advogado – 1973/1986; Conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil – 1978/1984; Procurador-Geral do Estado de Sergipe – 1983/1986; Procurador-Geral de Justiça do Estado de Sergipe (interino) -1985; Secretário de Estado da Habitação e Previdência Social de Sergipe – 1985/1986; Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe – desde 1986; Presidente, Vice-Presidente e Corregedor-Geral do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe; Presidente da Associação de Controle Público do Mercosul – ASUL – 1997/1999; Presidente da Associação dos Tribunais de Contas do Brasil – ATRICON – 2001/2005; Agraciado com 06 Títulos de Cidadania Honorária de Estado e Municípios e 17 Comendas.

Márcia Valéria  Lira Santana

É natural de Recife, Pernambuco. Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Sergipe e pós-graduada pela Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro. É professora da rede municipal de ensino de Aracaju. Foi Secretária Municipal de Educação de Aracaju, Secretária de Estado Adjunta da Educação do Estado de Sergipe e Secretária de Estado da Educação de Alagoas. É membro da Academia de Letras de Aracaju.

INSCRIÇÕES

CONTATO

Copyright © 2019 – Todos os Direitos Reservados.
Apoio:
Realização:
Realização:
Realização: